A Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP) divulgou os premiados do 36º Troféu Ângelo Agostini 2020.

Os vencedores foram eleitos por voto popular, após um juri definir os finalistas. Veja a lista de premiados.

MELHOR LANÇAMENTO
Conto dos Orixás” – Hugo Canuto

MELHOR LANÇAMENTO INDEPENDENTE
Orixás – Ikú” – de Alex Mir, com Al Stefano, Alex Rodrigues, Caio Majado, Jeferson Costa, Marcel Bartolo, Omar Vinole e Will

MELHOR LANÇAMENTO INFANTIL
Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas” – Gustavo Borges e Eric Peleias

MELHOR ROTEIRISTA
Fefê Torquato – “Tina – Respeito

MELHOR DESENHISTA
Shiko – “Três Buracos

MELHOR COLORISTA
Mary Cagnin – “Bittersweet”

MELHOR CARTUNISTA, CHARGISTA OU CARICATURISTA
Laerte Coutinho – Folha SP

MELHOR FANZINE (DE QUADRINHOS OU SOBRE QUADRINHOS)
“Vigilante Rodoviário” – Paulo Kobielski

MELHOR WEBCOMIC (TIRAS OU QUADRINHOS)
Capirotinho” –  Guilherme Infante

PRÊMIO JAYME CORTEZ (CONTRIBUIÇÃO AO QUADRINHO NACIONAL)
Butantã Gibicon – criação de San Merg

MESTRES DO QUADRINHO NACIONAL
Ykenga – Aparecido Norberto – Crau da Ilha – Maria da Graça Maldonado

DIPLOMA DE MESTRE PÓSTUMO
Alain Voss – Altair Gelatti (falecido 2020) – Daniel Azulay (falecido 2020) – Francisco Vilachã (falecido 2020) – Jodil (falecido 2020) – José Menezes – Luiz Meri – Mariza.

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169