O que os quadrinistas africanos produzem hoje? E o que eles têm a dizer sobre a nona arte em seu continente – do que gostam, que dicas dão para quem está começando?

Você sabia que existe um estilo de quadrinho chamado “agro-mangá”? É a estética do mangá, mas com temas africanos. (A França tem o “nouvelle manga”, releitura local da estética japonesa.)

E como os quadrinistas africanos aproveitam o seu gigantesco folclore nas histórias? Aliás, é errado falar “gigantesco folclore” para a África, não? A África não é uma, são muitas: portanto, são gigantescos folclores :-).

Apesar de ser filho de africano (meu pai nasceu em Angola), infelizmente não entendo tanto de pichas (quadrinhos africanos) quanto gostaria. Longe disso.

Por isso, fico feliz quando há a oportunidade de aprender. E compartilho aqui: a África do Sul está realizando uma convenção virtual de arte, o National Arts Festival. Dentro dela, há o Afropolitan Comics, com quadrinistas africanos sobre os temas que citei acima, entre outros. Os textos e vídeos estão disponíveis, gratuitamente, aqui –infelizmente, estão em inglês.

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169