Uma breve introdução: adoro o Festival de Amadora, realizado anualmente em Portugal. Além de todos os artistas lá reunidos, ainda é uma oportunidade única para ver muitos lançamentos em língua portuguesa que ainda não chegaram ao Brasil – mas que já estão disponíveis em Portugal.

Tudo isso para dizer que o Festival de Amadora, também conhecido como Amadora BD, também elege anualmente os melhores quadrinhos lançados em Portugal – e que divulgou ontem os vencedores da edição deste ano.

A melhor obra estrangeira publicada em português foi “O Burlão nas Índias“, escrita pelo francês Alain Ayroles e ilustrada pelo espanhol Juanjo Guarnido, de “Blacksad”. Ayroles e Guarnido imaginaram uma continuação para um clássico espanhol lançado em 1626, “História da vida do Buscón, chamado don Pablos, exemplo de vagabundos e espelho de velhacos”, de Francisco de Quevedo.

A melhor HQ de autor português foi “Balada para Sophie” (abaixo), de Filipe Melo e Juan Cavia.

Os outros três prêmios anunciados ontem:

  • Revelação: Ricardo Santo, por “Planeta Psicose”
  • Melhor Fanzine / Publicação Independente: “Bestiário de Isa”, de Joana Afonso
  • Melhor edição portuguesa de HQ: “Procura-se Lucky Luke”, de Matthieu Bonhomme
Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169