Publiquei esta semana, na coluna semanal na TV Cultura, uma entrevista com os professores Kelly Cezar, ouvinte, e Danilo Silva, surdo, sobre o projeto “HQ’s sinalizadas”. Esta é uma série de quadrinhos escritos em Libras, a língua brasileira de sinais, usada pela comunidade surda e por não surdos.

Por coincidência, vi algo muito legal no Shoujo Café: o mangá “Yubisaki to Renren”, de Suu Morishita, vai virar um musical.

A protagonista do mangá é Yuki, uma moça surda. A história gira ao redor da sua amizade com Itsuomi, um rapaz cosmopolita e poliglota.

O musical será apresentado em duas semanas de junho em Tóquio. Há um cuidado especial: tablets com opção de legenda, para que os surdos possam acompanhar o espetáculo.

Como a entrevista com os professores Kelly e Danilo mostra: inclusão é fundamental.

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169