Sim, ainda estamos no final de semana do Halloween. Certeza de que ontem à noite você aproveitou o sábadão para ver um filme de monstros – fantasmas, vampiros, zumbis, escolha a sua criatura…

Ontem, aproveitei o Sábado Sessão Saudade para indicar três HQs de terror escritas por três ótimos roteiristas: o norte-americano Robert Kirkman, o italiano Tiziano Sclavi e o britânico Alan Moore.

Hoje, no Duas Dicas Dominicais, vamos manter o ritmo de ótimos narradores e suas histórias de horror.

Mega”, de Salvador Sanz

O argentino Salvador Sanz é, para mim, um dos 15 melhores quadrinistas do mundo em atividade – explico aqui a razão. “Mega”, sua mais recente obra, envolve pesadelos e monstros gigantes – prato cheio para seu enorme talento de ilustrador.

Monstro do Pântano – Raízes do Terror”, de vários autores

Criado em 1971 por Len Wein e Bernie Wrightson, o grandalhão esverdeado com cheiro de musgo Monstro do Pântano se tornou um dos maiores personagens de terror dos quadrinhos norte-americanos. Sua revista teve maus momentos (e cancelamentos), mas passagens ótimas.

Esta edição que sai no Brasil traz histórias de diferentes fases e autores, como Len Wein, Tom King e Kelley Jones.

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169