A editora Marvel celebra este mês 80 anos do Capitão América – e se é ela festejando, quem sou eu para discordar? 🙂

Aproveito este Sugestões de Sábado para sugerir três HQs clássicas do personagem, que abrangem três décadas específicas: os anos 60, 80 e 90.

Boa leitura!

Marvel Especial” nº 9 (editora Abril), de vários autores

Essa edição é muito bacana e traz histórias de diversas fases do herói – podemos ver, em ação, artistas de diferentes estilos como John Romita, Gil Kane e Sal Buscema.

Mas escolhi este número por ter o trabalho psicodélico e revolucionário de Jim Steranko. Este ótimo artista ilustrou apenas três histórias do Capitão, todas em 1968, e duas delas estão aqui: “Hoje Morrerás, Amanhã Viverás” (roteirizada pelo próprio Steranko) e “A Estranha Morte do Capitão América” (escrita por Stan Lee).

Os Maiores Clássicos do Capitão América” nº 1 (editora Abril), de vários autores

Outra ótima coletânea com muito material bacana do personagem. Mas gosto bastante de “Capitão para Presidente!”, publicada por Roger Stern e John Byrne em 1980, que se baseia em uma pergunta interessante: por que o maior herói dos Estados Unidos não concorre à presidência do seu país?

Batman & Capitão América”, de John Byrne

Uma divertidíssima aventura misturando diversos personagens das rivais Marvel e DC Comics: Capitão América, Batman, Bucky, Robin, Caveira Vermelha, Coringa…

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169