No próximo sábado, dia 30 de janeiro, celebramos o Dia do Quadrinho Nacional. A data é uma homenagem a Angelo Agostini (1843-1910), criador dos antológicos personagens Nhô Quim e Zé Caipora. Vou aproveitar a semana inteira para falar, diariamente, de quadrinhos nacionais. E vou começar, veja você, por Angelo Agostini – não a pessoa, mas o prêmio, concedido anualmente pela Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC).

A AQC divulgou no início do mês os finalistas do 36º Prêmio Angelo Agostini, referente ao ano de 2019. Os finalistas foram selecionados por jurados. Os vencedores serão escolhidos por voto popular: é só acessar o site da AQC e votar. Os votos serão computados até 31 de janeiro.

Reproduzo, abaixo, a lista dos finalistas. Parabéns a todos!

(E um parabéns particular ao Bira pelo divertido pôster oficial do evento, que abre este texto.)

Melhor Lançamento de 2019

  • Gibi de Menininha 2, O Faroeste é Mais Embaixo , Zarabatana Books – Organizado por Germana Viana, com diversas autoras
  • Conto dos Orixás – Hugo Canuto , Ébórá Comics Group
  • Monstruário vol 02 – Mario Cau (Jupati Books)
  • Mulheres e Quadrinhos – Organizado por Dani Marino e Laluña Machado – Várias Autoras (Ed. Skript)
  • Pão Francês – Aline Zouvi (Editora Incompleta)
  • Roseira, Medalha, Engenho e Outras Histórias – Jefferson Costa (Pipoca e Nanquim)
  • Salseirada – Al Stefano 2019, Zapata Edições
  • Tina, Respeito – Fefê Torquato – (Panini)
  • Três Buracos – Shiko (Mino)

Melhor Lançamento Infantil de 2019

  • A Casa da Lua cheia – Natália Vulpes
  • A Menina e o Guardião – Bárbara Machado
  • A Princesa Astronauta Fantasma – Ricardo J. Souza
  • A última dança – Wesley Samp
  • Bravo – Guilherme Lipari e Ligia Adisaka
  • Como fazer amigos e enfrentar fantasmas – Gustavo Borges e Eric Peleias
  • Tuhú e o Andarilho do Tempo – André Vazzios
  • Filhote de Mandrião – Rafael Marçal
  • Mônica, Tesouros – Bianca Pinheiro (Panini)
  • Turma do Gabi – Moacir Torres

Melhor Lançamento Independente 2019

  • A Cabana – Carol Favret , Caru Moutsopoulos e Gustavo Novaes
  • Histórias Passageiras – Edu Dieb e Outros Artistas
  • Hologramas – Eliane Bonadio e Gio Guimarães
  • O Cramulhão e o Desencarnado – Gilmar Machado e Lilo Parra
  • O Incrível Ataque das Terríveis Abobrinhas Mutantes Zumbis Comedoras de Cérebros – Tiago Holsi
  • Orixás – Iku – Alex Mir
  • Rancho do Corvo Dourado – Cris Camargo
  • Redenção – Carlos Estefan e Pedro Mauro
  • Último Assalto – Daniel Esteves e Alex Rodrigues
  • São Francisco – Gabriela Gullich e João Veloso
  • VHS – Fernando Barone e Rodrigo Ramos

Melhor Fanzine (de quadrinhos ou sobre quadrinhos) 2019

  • Animais Felizes e Gays – Ellie Irineu
  • Anzine – FANZINOTECA IFF MACAÉ
  • Belém 2019 – Emmanuel Thomaz
  • Comer é um Ato Político – Iasmim Mozer e Sara Gaspar
  • DRX – Coletivo Açaí pesado
  • O Mágico Se e o Caminho do Saber – Estúdio do Mágico SE
  • Profecia – Jerry Adriani Souza
  • Tchê 43 – Denilson Reis
  • Vigilante Rodoviário – Paulo Kobielski
  • Zinemin – Paulo Corrales

Melhor Webcomic (tiras ou quadrinhos) de 2019

  • As Crônicas de Wesley – Wesley Mercês Silva
  • Batatinha Fantasma – Carol Borges e Felipe Remedios
  • Bendita Cura – Mario Cesar
  • Bittersweet – Mary Cagnin
  • Capirotinho – Guilherme Infante
  • Cartumante – Cecília Ramos –
  • Deposito Wes – Wesley Samp
  • O Abismo – Má Matiazi
  • Petisco – Coletivo
  • Políticas – Varias Autoras, organização de Carol Ito
  • Porto Alegre em Quadrinhos – Pablito Aguiar
  • Razão X Emoção – Guilherme Bandeira
  • Valkiria – Guerra fria – Alex Mir
  • Quadrinhos de Helô D’angelo – Helô D’Angelo –

Melhor Roteirista de 2019

  • Alex Mir – Orixás Ikú
  • Aline Zouvi – Pão Francês
  • Daniel Esteves – Último Assalto
  • Eric Peleias – Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas
  • Fefê Torquato – Tina Respeito MSP
  • Jefferson Costa – Roseira, Medalha, Engenho e Outras Histórias
  • Lilo Parra O Cramulhao e o Desencarnado
  • Mario César Oliveira – Bendita Cura 2
  • Milena Azevedo – Penpengusa
  • Shiko – Três Buracos

Melhor Desenhista de 2019

  • Al Stefano – Salseirada
  • Alex Rodrigues – O Último Assalto
  • Fefê Torquato – Tina Respeito MSP
  • Jefferson Costa – Roseira, Medalha, Engenho e outras histórias
  • Marcel Bartholo – Necromante
  • Mario Cau – Monstruário
  • Orlandelli – O mundo de Yang – Rumo ao Sul
  • Renato Dalmaso – O Elísio, uma Jornada ao Inferno
  • Shiko – Três Buracos

Melhor Colorista de 2019

  • Amaury Filho – Nas Profundezas da Loucura
  • Danilo Freitas – Monstruário 2019
  • Fabi Marques – Eu Sou Lume
  • Marcel Bartholo – Necromante
  • Marcelo Costa – Fuji e Mikito
  • Mary Cagnin – Bittersweet
  • Omar Vinõle – Orixás, Ikú
  • Rafael Torres – Simultâneo
  • Renato Dalmasi – O Elísio, uma Jornada ao Inferno

Melhor Cartunista, Chargista ou Caricaturista de 2019

  • Angeli
  • Bennet
  • Carlos Latuff
  • Carol Andrade
  • Carol Ito
  • Dahmer
  • Duke
  • Gilmar Machado
  • Laerte Coutinho
  • Luis Carlos Fernandes
  • Marcio Baraldi
  • Orlandeli
  • Renato Aroeira
  • Rodrigo Brum

Prêmio JAYME CORTEZ (contribuição ao Quadrinho Nacional)

  • 3º HQ Fest Indaiatuba
  • Amazonia Comic Com
  • Butantã Gibicon
  • Dia do Quadrinho Nacional Biblioteca Zink
  • Fanzinada
  • Festival Guia dos Quadrinhos
  • IIIº Sketchcon ed. Criativo
  • Jornadas internacionais de HQ – ECA-USP
  • PerifaCon
  • Poc Con
  • Santos Comic Expo
  • Santos Criativa Festival Geek
Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169