O lado ruim: já passamos da metade da Olimpíada. O lado bom: ainda falta uma semana…

Vou aproveitar esta segunda para relembrar as dez medalhas brasileiras conquistadas até aqui (até o início da noite de domingo, pelo menos), por meio de charges ou caricaturas.

A imagem que abre este texto é do Mario Alberto, e as obras selecionadas estão em ordem alfabética do esporte.

Parabéns a todos os atletas olímpicos, medalhados ou não!

GINÁSTICA
Rebeca Andrade
(por Duke)

JUDÔ
Daniel Cargnin
(por Amorim)

Mayra Aguiar
(por Amorim)

NATAÇÃO
Bruno Fratus
(por Estúdio Maurício de Sousa ia ser tão engraçado se fosse o Cascão…)

Fernando Scheffer
(por Estúdio Maurício de Sousa ainda não foi o Cascão…)

SKATE
Kelvin Hoefler
(por Estevão Ribeiro)

Rayssa Leal
(por Laerte)

SURFE
Ítalo Ferreira
(por Cau Gomez)

TÊNIS
Luisa Stefani e Laura Pigossi
(por Armando Marcos)

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169