Ontem eu publiquei aqui uma lista com sete filmes muito bons que adaptam quadrinhos. Tinha super-herói, animação (infantil e adulta), aventura, ficção científica e fantasia.

Mas não tinha filmes do Universo Cinematográfico Marvel (também chamado de MCU)!

Isso não quer dizer que não gosto desses filmes, claro. Adoro: assisti a todos no cinema. Mas a popularidade deles é tamanha que acho que dispensam apresentações. Então, inventei uma desculpa para falar deles: meu ranking do MCU, em ordem de preferência.

Claro que você vai discordar da lista. E tudo bem 🙂 Afinal, se eu refizer esse ranking daqui a um ano, provavelmente eu também terei mudado alguns de posição…

GOSTEI, MAS ACHO OS OUTROS MELHORES

22º – “Thor: Ragnarok”

21º – “O Incrível Hulk”

20º – “Thor”

19º – “Homem de Ferro 3”

EU ME DIVERTI BASTANTE

18º – “Thor: O Mundo Sombrio”

17º – “Homem de Ferro 2”

16º – “Capitão América: O Primeiro Vingador”

15º – “Vingadores: Era de Ultron”

ESPERANDO UMA DESCULPA PARA REVER

14º – “Homem-Formiga”

13º – “Capitão América: O Soldado Invernal”

12º – “Capitã Marvel”

11º – “Homem-Formiga e a Vespa”

10º – “Doutor Estranho”

TENTANDO INVENTAR UMA DESCULPA PARA COLOCAR NO TOP 5

9º – “Guardiões da Galáxia – Vol. 2”

8º – “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”

7º – “Homem-Aranha: Longe de Casa”

6º – “Capitão América: Guerra Civil”

TOP 5

5º – “Guardiões da Galáxia”

Dirigido por James Gunn; disponível em Amazon Prime Video, Google Play, Microsoft e Apple TV

Como pegar personagens dos quais ninguém ouviu falar e os transformar em sucesso mundial? Com muito humor e ação, lindos efeitos especiais e uma baita trilha sonora. James Gunn mandou bem!

4º – “Pantera Negra”

Dirigido por Ryan Coogler; disponível em Google Play, Microsoft e Apple TV

Gosto de tudo neste filme: do protagonista (Chadwick Boseman); do antagonista (Michael B. Jordan); do visual maravilhoso; de como a África é retratada (e de todas as homenagens à sua cultura); e do respeito ao personagem Pantera Negra e sua mitologia. “Wakanda forever!”

3º – “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato”

Dirigidos por Anthony e Joe Russo; disponíveis em Amazon Prime Video, Google Play, Microsoft e Apple TV

Sim, trapaceei. Coloquei dois filmes de uma vez. Mas eles podem ser vistos em sequência, já que as 6.000 tramas abertas no primeiro só são concluídas no segundo.

Sem falar que o mundo parou de rodar por alguns segundos com o final surpreendente do primeiro, e por alguns minutos quando foi finalmente lançado o trailer do segundo.

2º – “Os Vingadores” (de 2008)

Dirigido por Joss Whedon; disponível em Netflix, Looke, Google Play, Microsoft e Apple TV

Após cinco filmes bem divertidos, mas com apenas um protagonista em cada, a Marvel pegou pesado e colocou todos os ovos em um cesto só. Resultado: uma aventura incrível e divertida, que agradou aos fãs dos quadrinhos e aos que não sabem quem são Stan Lee e Jack Kirby.

De quebra, tem o maravilhoso Loki de Tom Hiddleston.

1º – “Homem de Ferro” (de 2008)

Dirigido por Jon Fraveau; disponível em Amazon Prime Video, Telecine, Google Play, Microsoft e Apple TV

Onde tudo começou. Sem esse divertidíssimo filme, não haveria a Fase 1, nem a Fase 2, nem a hecatombe que fez o mundo parar de respirar entre “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato”.

E o que dizer de Robert Downey Jr. como Homem de Ferro? O cara está demais!

Please follow and like us:

Escrito por

Pedro Cirne

Meu nome é Pedro, nasci em 1977 em São Paulo e sou escritor e jornalista - trabalho na Argus Media e escrevo sobre quadrinhos na TV Cultura.
Lancei dois livros: o primeiro foi "Púrpura" (Editora do Sesi-SP, 2016), graphic novel que eu escrevi e que contou com ilustrações 18 artistas dos oito países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Este álbum contemplado pelo Bolsa Criar Lusofonia, concedido a cada dois anos pelo Centro Nacional de Cultura de Portugal.
Meu segundo livro foi o romance "Venha Me Ver Enquanto Estou Viva”, contemplado pelo Proac-SP em 2017 e lançado pela Editora do Sesi-SP em dezembro de 2018.
Como jornalista, trabalhei na "Folha de S.Paulo" de 1996 a 2000 e no UOL de 2000 a 2019.

Quer falar comigo, mas não pelos comentários do post? OK! Meu e-mail é pedrocirne@gmail.com

LinkedIn: https://br.linkedin.com/in/pedro-cirne-563a98169